As crianças e o Natal

Imagem: Pesquisa google

O pinheiro era usado tradicionalmente para ser decorado no natal por ser a única árvore que permanece verde e repleta de folhas durante o inverno. Considerando que a cor verde representa a esperança, o natal é comemorado para relembrar o nascimento do Salvador Jesus Cristo que veio ao mundo para resgatar a humanidade perdida por causa do pecado e levá-la de volta ao Criador. Mesmo sabendo que o dia 25 de dezembro não foi o dia em que Jesus nasceu, a ideia principal da festa deve ser esta: celebrar, eu diria, o ‘Renascimento’ do Salvador e não mais o nascimento do menino na manjedoura. Jesus foi crucificado, sofreu e morreu por nós; ele foi sepultado, mas ressuscitou ao terceiro dia, pois este era o Plano de Deus! E Jesus está vivo para todo aquele que quiser ir até Ele.

         Não é certo usarmos uma festa tão importante para chantagear nossos filhos com esta história comercial de papai noel. Um dia um velhinho bondoso teve compaixão e resolveu presentear crianças do seu vilarejo pela simples alegria de fazer o bem e ver rostinhos felizes. E o homem ganancioso usou esta linda história para seu próprio benefício. Quem dera houvesse tantos ‘santos’ como somos chamados, dispostos a fazer o bem pelo mesmo motivo que o “Sr. Claus” teve.

         O natal deveria ser lembrado todos os dias, pois representa Aquele que nos resgatou da morte espiritual. A bondade espalhada nesta época de final de ano, a troca de presentes, o perdão que finalmente damos aos que nos fizeram mal são exemplos do que devemos ter em nossos corações, dia após dia em nossas vidas. O verdadeiro sentido do natal deve ser o de trazer esperança e paz à humanidade, pois uma vida plena ainda aqui na Terra foi o que Jesus conquistou para nós. Não com riquezas materiais, mas sim com as espirituais: amor, alegria, paz, longanimidade, bondade, mansidão e domínio próprio vem do Fruto do Espírito de Deus que só aqueles que estão conectados em espírito com Ele recebem e têm a sua vida totalmente transformada.

         Montar a decoração na casa toda, no jardim e preparar a árvore aonde serão colocados os presentes é divertido e pode ser um momento de alegria com as crianças. As crianças fazem desenhos, cartões e cartas para trocar com os amiguinhos e familiares e assim aprendem a demonstrar o que sentem uns pelos outros espalhando amor e bondade. Laços afetivos são formados desde a infância e muitos natais serão relembrados por toda a vida, como memórias de bons tempos.

         Presentes devem ser escolhidos conforme a faixa etária. Comprar um presente caro para a criança e depois privá-la de usar por que ‘vai estragar’ não é o que se espera de um natal feliz. As vezes é bem melhor comprar um monte de coisinhas simples, embrulhá-las uma a uma e escondê-las deixando pistas para que as crianças as encontrem. Para uma criança alegria é diversão, amar é dar atenção e afeto e boas lembranças são abraços cheios carinho!
Abraço carinhoso!

Jocelyne Forrat - Preletora sobre Educação de Filhos - Para Novas Gerações Abençoadas e Libertas!
PROJETO "O Que é Que eu Faço com Meu Filho?" projeto.filhos@yahoo.com.br / jocelyneforrat@gmail.com

"FAÇA A SUA PERGUNTA"
Use o campo dos comentários abaixo para fazer perguntas e tirar dúvidas. A especialista Jocelyne responderá com prazer a todas. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam bem-vindos! Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...